Aos 80 anos, Paulo César Pereio recebe vacina da Covid-19 no Retiro dos Artistas

Extrra
·2 minuto de leitura

Veterano das telonas, o ator Paulo César Pereio, de 80 anos, foi um dos que receberam a vacina contra a Covid-19 na última quarta-feira, no Retiro dos Artistas. O ator se mudou para o asilo, localizado na Zona Oeste do Rio, no início do ano passado. Antes, ele vivia sozinho em seu apartamento na capital paulista. Por conta da idade avançada, decidiu deixar a vida solitária de lado e veio para o Rio, onde moram os três filhos.

Um dos filhos é João Velho, que ele teve com a apresentadora Cissa Guimarães. Foi João, inclusive, que compartilhou uma foto do pai tomando a vacina.

Em entrevista ao EXTRA no mês passado, Pereio falou da vida no retiro e negou que tivesse passando por dificuldade financeira.

"Estou aqui desde o começo da pandemia, dessa crise do coronavírus. Achei que vir para cá seria uma maneira de me salvar. Vim para sobreviver. Eu moro em São Paulo, tenho meu apartamento lá. Não teve outro jeito. Mas estou bem de saúde. Nunca na minha vida trabalhei por dinheiro. Trabalhei bastante e nunca fiquei nem estou na penúria. O fato de eu estar aqui pode dar a ideia de que o cara está retirado, mas não estou. Ando aqui com uma tranquilidade absoluta, o que eu não poderia fazer na rua. Aqui tenho comida, sou bem cuidado e estou protegido", disse.

Leia também:

Soalnge Couto e Zeé Mota também foram vacinadas

As atrizes Solange Couto, de 63 anos, e Zezé Motta, de 76 anos, também receberam a vacinada contra a Covid-19 no Retiro dos Artistas, onde Zezé atua como vice-presidente. Segundo ela, os 57 residentes da instituiçao receberam a aplicação da primeira dose.

"Obrigada meu Deus, devidamente vacinada, CoronaVac, Instituto Butantan, o meu muito obrigada. Aos 76 anos, hoje, agora, este momento, é um dos mais marcantes na minha vida dura porém cheia de sabor", declarou a artista em suas redes sociais.

Solange Couto também usou seu perfil no Instagram para comemorar o recebimento da primeira dose da CoronaVac, cujos testes foram realizados pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

"Hoje estou vivendo um marco na história da humanidade. O começo do fim do covid 19. Agradeço a Deus e a Ciência por ter agora a certeza de ver meu caçula e netos crescerem", celebrou, postando um video do momento em que foi atendida no Retiro dos Artistas.

Zezé Motta comentou ainda que o ano de 2020 foi o mais difícil da sua vida e relembrou perdas na família.

"Como já contei em algumas entrevistas, em maio deste ano perdi minha mãezinha, sem poder me despedir dela. Perdi um primo e um sobrinho. Quase perdi meu irmão também para a Covid-19", lamentou.