Aos 81 anos, Roberto Carlos decidiu romper com empresário para diminuir ritmo de trabalho após perder pessoas próximas

Roberto Carlos quer desacelerar seu calhambeque. Aos 81 anos, o cantor decidiu diminuir o ritmo de trabalho a partir de outubro deste ano, quando chegará ao fim sua parceria profissional com o empresário Dody Sirena depois de 30 anos. Até lá, toda a agenda do Rei já acertada será cumprida.

Segundo uma fonte ouvida pelo EXTRA, Roberto não quer fazer mais tantos shows e também já está cansado das longas viagens a trabalho. A recente perda do amigo Erasmo Carlos e a morte do filho, Dudu Braga, em setembro de 2021, fizeram ainda o Rei repensar sua rotina. "Ele quer mais tempo para viver e descansar", diz a fonte.

Na última terça-feira, Roberto Carlos anunciou, através de um comunicado, o fim da parceria com Dody Sirena, revelando ainda que sua empresa, o grupo RC, cuidará de seus negócios e contratos. Veja abaixo:

"O artista Roberto Carlos e o empresário Dody Sirena, bem como suas respectivas empresas, comunicam a finalização de suas relações profissionais e empresariais. Optaram amigavelmente pela transição do gerenciamento da carreira de Roberto Carlos para o Grupo RC, que a partir daqui fará a gestão de todos os negócios. As partes seguem suas atividades profissionais de forma independente, com elegância e o máximo respeito que sempre pontuou a parceria. Os compromissos e shows já firmados serão realizados normalmente e a transição para este novo formato acontecerá até outubro de 2023. Os futuros negócios entre as partes serão considerados caso a caso"