Após 35 anos, Brasileirão volta a ter artilheiro e vice do mesmo time: Gabigol e Bruno Henrique, do Flamengo

Gabigol beija a taça de campeão do Brasileirão

O Flamengo conquistou o Campeonato Brasileiro de forma antecipada e fez uma grande festa na vitória sobre o Ceará por 3 a 1, diante da torcida no Maracanã. Agora, a única situação em disputa para o clube está na artilharia do Brasileirão, que após 34 anos voltou a ter um artilheiro e um vice de um mesmo clube.

Na vitória de quarta-feira, Bruno Henrique marcou três vezes e chegou a 21 gols na competição e aqueceu a briga com Gabigol, seu companheiro de time, pelo posto de melhor marcador, já que o camisa lidera com 22 bolas nas redes – e não entrou em campo porque estava suspenso.

Isso não acontecia desde o Brasileiro de 1984, conquistado pelo Fluminense. No entanto, o melhor marcador foi Roberto Dinamite, do Vasco, que somou 16 tentos durante o campeonato. Na segunda oposição ficou Arturzinho, companheiro de Dinamite no Cruz-Maltino, que balançou as redes 14 vezes naquele ano. O Gigante da Colina, aliás, foi vice-campeão do Brasileirão de 84.

Ainda faltam mais três rodadas para o fim da competição de 2019