Após 61 anos casados, americanos morrem de Covid-19 com menos de uma hora de diferença

·1 minuto de leitura

Um casal do Missouri, que estava junto há 61 anos, morreu por complicações da Covid-19 com menos de uma hora de diferença, em Saint Louis, nos Estados Unidos.

Bill Olwig, de 85, e Patricia Olwig, 83, pegaram um resfriado ao mesmo tempo há algumas semanas. Pela idade e pelo histórico de problemas de saúde, ambos estavam no grupo de risco.

Quando eles testaram positivo e precisaram de ventilação mecânica no Progress West Hospital in O'Fallon, seus filhos perceberam que eles provavelmente não sobreviveriam.

"Nós sabíamos que, provavelmente, seria o fim", disse Rose, filha do casal.

No dia 28 de abril, um padre amigo da família, vestido com o equipamento de proteção, deu a extrema unção ao casal no hospital.

Os sete filhos, 20 netos e oito bisnetos assistiram ao sacramento por meio de um aplicativo de vídeo enquanto o padre pedia a Deus proteção e paz ao casal pela última vez.

No dia 1º de maio, os aparelhos foram desligados. Ele morreu primeiro, seguido pela mulher quarenta minutos depois.

"É devastador. E eu sei que eles são apenas uma pequena parte disso que está atingindo as pessoas em todo o mundo", disse um dos filhos do casal.