Após 85 dias com preços estáveis, Petrobras anuncia aumento de 8,9% do diesel

·1 minuto de leitura

Após 85 dias com preços estáveis, a Petrobras anunciou reajuste no preço do diesel para as distribuidoras a partir desta quarta-feira (dia 29). O preço médio de venda passará de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, ou seja, um reajuste de 8,9%.

O valor é o praticado nas refinarias. O preço final na bomba depende de tributos e de ganhos das distribuidoras. Por isso, esse aumento pode não corresponder a eventuais reajustes nos postos. Neste ano, o diesel acumula alta de 51%.

Considerando a mistura obrigatória de 12% de biodiesel e 88% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço do diesel na bomba passará a ser de R$ 2,70 por litro em média. Ou seja: uma variação de R$ 0,22.

O rajuste foi anunciado um dia depois de o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, ter descartado ação da estatal para baratear botijão de gás e dito que não mudará a politica de preços de combustíveis da empresa.

De acordo com comunicado da empresa, esse ajuste é importante para garantir que 'o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras''.

A estatal acrescenta que o aumento do preço do diesel reflete parte da elevação dos preços de petróleo e da taxa de câmbio nos mercados internacionais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos