Após banir o nome Redskins, Washington proíbe uso de cocares e pinturas no rosto em estádio

·1 minuto de leitura

O Washington Football Team, da NFL, anunciou na quarta-feira que não permitirá que torcedores usem no estádio cocares e pituras no rosto que façam referência aos povos nativos americanos. A mudança dá continuidade a uma série de transformações que ocorrem desde o ano passado, quando o time baniu o controverso nome Redskins, que significa "peles vermelhas", termo considerado racista e usado para se referir aos indígenas do país.

A informação foi divulgada em comunicado que incluiu também uma série de recomendações e protocolos que devem ser seguidos na temporada por conta da pandemia de Covid-19. Entre elas, a recomendação de uso de máscaras por pessoas não vacinadas.

“Estamos entusiasmados em dar as boas-vindas a todos vestindo as cores burgundy e dourado. No entanto, cocares inspirados nos nativos americanos ou pinturas faciais não podem mais ser usados no estádio", informou a equipe.]

Em 2020, a franquia também determinou o fim do sistema de líderes de torcida em suas partidas. A atração foi substituída por uma equipe de dança com 36 dançarinos, homens e mulheres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos