Após Bolsonaro culpar Congresso por Bolsa Família não ter 13º, Maia quer pautar MP do auxílio

Manoel Ventura e Daniel Gullino
·2 minuto de leitura

BRASÍLIA — Após o presidente Jair Bolsonaro culpar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pelo fato do Bolsa Família ficar sem um 13º pagamento, Maia resolveu colocar em votação a medida provisória (MP) que estende até o fim do ano o auxílio-emergencial. A oposição tenta estender para 2021 a duração do auxílio-emergencial por meio da votação dessa MP, mas o governo é contra. O governo tenta, agora, que a medida não seja votada no plenário da Câmara

— O presidente não pediu pra criar o 13º permanente ontem? Está é a melhor MP pra resolver isso — disse Maia ao GLOBO.

Na quinta-feira, durante transmissão em suas redes sociais, Bolsonaro responsabilizou Maia pela perda de validade da MP que instituiu o 13º pagamento do Bolsa Família. Entretanto, o texto original só previa o pagamento extra em 2019.

Durante a tramitação no Congresso, uma comissão mista alterou a MP para tornar o benefício permanente. Na época, o governo foi contra. O projeto, contudo, não chegou a ser votado no plenário da Câmara e do Senado e perdeu a validade.

— Você está reclamando do 13º do Bolsa Família, que não teve. Sabia que não teve este ano? Foi promessa minha? Foi. Foi pago no ano passado? Foi. Mas o presidente da Câmara deixou caducar a MP. Vai cobrar de mim? Cobra do presidente da Câmara, que o Supremo agora não deu o direito de ele disputar a reeleição. Cobra dele — disse o presidente na quinta-feira.

Já a MP que estendeu o auxílio-emergencial, e reduziu o valor para R$ 300, foi editada em setembro e aguarda desde então para ser votada. A oposição queria alterar o texto para retomar o valor original, de R$ 600. Maia, contudo, evitou colocar a MP em votação durante as eleições municipais.

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PT-PR), comemorou a decisão do presidente da Câmara:

— Fico muito feliz que o presidente rodrigo maia tenha colocado na pauta. Até porque estamos cobrando isso e obstruindo sessões há meses exigindo que fosse colocada.