Após Bolsonaro falar em 'pólvora' contra EUA, memes ironizam capacidade do Exército Brasileiro

Filipe Vidon
·1 minuto de leitura
Foto: Jorge William
Foto: Jorge William

Em discurso sobre defesa da Amazônia nesta terça-feira, no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro fez uma menção indireta ao presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, sem citá-lo nominalmente, e disse que diplomacia não é suficiente para "fazer frente a tudo isso". Para Bolsonaro, é necessário ter pólvora, ainda que não seja usada. Após a fala, o termo "Exército Brasileiro" chegou aos assuntos mais comentados no Twitter com piadas e memes sobre uma possível guerra contra os Estados Unidos.

A maioria das mensagens ironiza a coragem do presidente de fazer frente ao exército americano, um dos três maiores e mais poderosos do mundo, e brincaram com imagens de soldados brasileiros pintando árvores e muros com tinta branca. Outros fizeram piada com as supostas desculpas que brasileiros usariam para escapar do alistamento em um cenário de guerra contra a maior potência mundial, como miopia, joanete e pé chato.

Depois do discurso de Bolsonaro em Brasília, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, publicou na noite desta terça-feira uma mensagem congratulando o Corpo de Fuzileiros Navais americano pelo aniversário de 245 anos. No vídeo publicado, o embaixador destaca que o poder do exército americano, afirma que é o "maior do mundo" e que está "sempre de prontidão para responder de forma rápida, seja por terra, ar ou mar".

O vídeo publicado por Chapman ainda mostra cenas com fuzileiros navais americanos perfilados à frente do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e marchando na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O embaixador lembra que Corpo de Fuzileiros Navais mantém homens no Brasil para a proteção das missões diplomáticas dos Estados Unidos.