Após Bolsonaro recorrer ao STF, governador do DF prorroga toque de recolher

Adriana Mendes
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA - Mesmo após o presidente Jair Bolsonaro recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra restrições como o toque de recolher nos estados, o governador Distrito Federal, Ibaneis Rocha, prorrogou por mais uma semana as medidas que terminariam na segunda-feira, dia 22. O novo decreto será publicado no Diário Oficial ainda nesta sexta-feira. Informação foi confirmada pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha.

Segundo Rocha, o governo DF deve começar uma flexibilização das regras para "retomada da normalidade" a partir do dia 29. No entanto, ele ressaltou que isso só ocorrerá se houver uma melhora da situação no sistema de saúde.

Na ação no STF , Bolsonaro comparou as restrições impostas por governadores com o "estado de sítio". Ele pede o STF suspenda decretos editados pelos governadores do Distrito Federal, da Bahia e do Rio Grande do Sul.