Após café com Marta Suplicy, Covas vota em SP ao lado de João Doria

Silvia Amorim
·1 minuto de leitura
Silvia Amorim - O Globo
Silvia Amorim - O Globo

SÃO PAULO — Seguindo o mesmo tom cauteloso da campanha, o prefeito e candidato à reeleição em São Paulo, Bruno Covas, evitou prognósticos sobre a votação no primeiro turno da eleição e disse neste domingo que vai aguardar o resultado em casa com o filho, Tomás. Depois de passar a campanha escondendo o governador João Doria, o prefeito foi ao colégio onde vota ao lado do tucano.

— Estou muito feliz, confiante e animado. Agora a população vai decidir o que acontece. Tudo pode acontecer. Quando a gente entra numa eleição tem que estar preparado para qualquer tipo de resultado — afirmou.

Líder nas pesquisas de intenção de voto divulgadas neste sábado, o prefeito visitou três escolas nesta manhã antes de fazer seu voto. Covas começou o dia com um café da manhã com a ex-prefeita Marta Suplicy, seguido de uma caminhada até o colégio eleitoral da ex-petista.

Depois ele acompanhou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e Doria.

— Time que quer ganhar Copa do Mundo não escolhe adversário. Ninguém chega como dos mais votados para a maior prefeitura das Américas por acaso. Não existe adversário fácil ou difícil.