Após dar certo no Tinder, casal faz tatuagem para homenagear aplicativo

Reprodução/Instagram



Juntos desde abril de 2014, Luana Jahnke e Rodrigo Zanotta dizem ser a prova viva de que o aplicativo de paquera Tinder realmente funciona. A “gratidão” do casal ao app é tão grande que eles resolveram fazer uma tatuagem para homenagear o meio pelo qual se conheceram.

“Acreditem ou não, mas lá  o início nem todo mundo botou fé, nem todo mundo acreditou que daria certo. Escutei de inúmeras e diversas pessoas coisas do tipo ‘guri do Tinder não presta’, ‘ah, isso não vai dar certo, Lu’, e do nada aquilo que começou como um trabalho de faculdade (o que poucos acreditam) colocou no alcance dos meus olhos uma fotinho que lascou o meu curtir logo de cara. Foi através do Tinder que redescobri a vida”, escreveu Luana ao postar a foto em seu Instagram.

Eternizado na pele, o romance ainda nem completou um ano e, por isso, o casal é alvo de novas críticas de pessoas próximas. E se o namoro não der certo, como ficará a tatuagem? Ao jornal Zero Hora, Luana revela que isso é o de menos. Se a relação não durar, a marca na pele servirá, diz ela, para guardar boas lembranças de um bom momento de sua vida.

“Ouvimos coisas do tipo, nos perguntam o que acontecerá se não der certo. Para quem pensa isso eu respondo de antemão que temos certeza que dará”, afirma a jovem do Rio Grande do Sul.
Rodrigo também confia no relacionamento e lembra também que nem acreditou quando sua atual namorada aceitou sair com ele. Isso porque, segundo ele mesmo, usou um “xaveco de pedreiro” logo em sua primeira fala. Não só deu certo como até tatuagem rendeu.