Após decisão do STF, Bolsonaro anula nomeação e Ramagem volta à Abin

Gustavo Maia

Após a decisão de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a imediata suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federall, o presidente Jair Bolsonaro publicou outro decreto, em edição extra do Diário Oficial da União, tornando sem efeito a nomeação de Ramagem para comandar a PF e a sua exoneração do cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

- Ao tornar sem efeito, a gente dá cumprimento à decisão judicial - declarou o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, explicando que Ramagem volta para a direção da Abin.

O ministro disse ainda, que por enquanto, Disney Rosseti continua no comando da Polícia Federal. Como responsável pela Subchefia para Assuntos Jurídicos (SAJ), cabe a Oliveira a edição do Diário Oficial da União.