Após denúncia de interferência política no Enem, ministros da Educação e da Justiça têm reunião esta tarde

·1 min de leitura

BRASÍLIA — O ministro da Educação, Milton Ribeiro, se encontrará com o ministro da Justiça, Anderson Torres, na tarde desta terça-feira. A reunião dos ministros está marcada para as 15hs, no Ministério da Justiça e Segurança Pública. O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, também estará presente no encontro. Danilo é acusado por ex-funcionários do instituto de "despreparo".

A reunião acontece após servidores do Inep denunciarem que o órgão sofre reiteradas interferências políticas, e que não são raros os casos de censura ao conteúdo das provas.

Na semana passada, 37 funcionários do instituto pediram demissão de seus cargos com o relato de que tiveram que retirar questões de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por pressão da direção do órgão. No último domingo, parte desses funcionários relataram ao "Fantástico" situações de intimidação e acusam o presidente do Inep, Danilo Dupas, de despreparo.

Nessa segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que as perguntas do Enem "começam agora a ter a cara do governo".

— O que eu considero muito também: começam agora a ter a cara do governo as questões da prova do Enem — afirmou Bolsonaro, após visita a Expo 2020, em Dubai, de acordo com o portal G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos