Após descobrir ômicron, África do Sul tem queda de casos de Covid e reduz restrições

·2 min de leitura

O último relatório do Instituto Nacional de Doenças Transmissíveis, divulgado neste domingo (2), registrou 4.379 novos infectados pelo coronavírus na África do Sul, menos da metade dos 11.535 testes positivos divulgados no dia 2 de dezembro. O número de mortes por conta da doença também diminuiu. Foram 30 neste domingo. Um mês antes a doença havia provocado 44 mortes no país.

Vinícius Assis, correspondente da RFI na Cidade do Cabo.

Parece que ficou em 2021 a grande preocupação da África do Sul com a quarta onda de infecções por Covid-19. Pouco mais de um mês após ter anunciado ao mundo a existência da variante ômicron, o número de casos no país já atingiu seu auge sem ter causado muitas mortes, segundo autoridades do país.

Com esta justificativa, o governo suspendeu o toque de recolher, em vigor desde o ano passado. Agora ninguém mais é proibido de estar nas ruas depois da meia-noite, como vinha sendo exigido em todo o país. Com isso, 2022 começou com festas cheias em vários locais da Cidade do Cabo, que fica em Western Cape, a única das nove províncias que não tem registrado diminuição de hospitalizações de pacientes com Covid-19 e também uma das duas únicas províncias sul-africanas que não têm visto queda no número de novos casos. A outra é Eastern Cape.

“Pico em quatro semanas e declínio abrupto em outras duas. Foi mais uma inundação do que uma onda”, minimizou Fareed Abdullah, do Conselho de Pesquisa Médica da África do Sul.

“Você perde o direito de ir e vir, basicamente porque apesar de ter algumas alternativas para sair da África do Sul os preços estavam fora da realidade”, disse.

Testes são suficientes?


Leia mais

Leia também:
Mesmo em “período de contenção”, Portugal quebra recordes de contágios pela variante ômicron
13 milhões de chineses confinados na cidade de Xi'an afirmam não terem acesso a comida
Variante ômicron, convidada indesejada do réveillon, leva a cancelamentos de festas pelo mundo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos