Após dia mais quente do ano, temperatura deve cair bruscamente em São Paulo

·3 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 19.08.2019 - Bairro de Santa Cecília e o Minhocão, na região central de São Paulo (Foto: Otavio Valle/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 19.08.2019 - Bairro de Santa Cecília e o Minhocão, na região central de São Paulo (Foto: Otavio Valle/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Se nesta segunda-feira (20) os termômetros marcaram o dia mais quente do ano na cidade de São Paulo, a partir desta terça a temperatura terá uma queda brusca.

A boa notícia é que o frio, dessa vez, não vem acompanhado do tempo seco —com isso, a qualidade do ar deve melhorar nesta semana.

Nesta segunda, a máxima chegou a 35,7ºC às 15h. O recorde de 2021 era de 34,1°C, que foi atingido nos dias 30 de janeiro, 8 e 13 de setembro.

Na terça-feira (21), porém, o tempo começa a virar por causa de uma frente fria que parte do Sul do país e chega à capital paulista. Quem sair de casa pela manhã e esquecer o casaco vai sentir na pela a virada do clima. Durante o dia, a máxima chegará a 32ºC, mas à noite a temperatura deve cair até 20º, segundo projeções do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Na quarta-feira (22), dia em que começa a primavera a partir das 10h31, a tendência é que o clima siga esfriando, com uma queda de temperatura acompanhada de tempo nublado e pancadas de chuvas fortes e moderadas, porém rápidas e isoladas. A temperatura máxima será de 18ºC, e a mínima, de 13ºC.

"Teremos uma mudança brusca no tempo nesta terça-feira durante o dia. Há uma frente fria de rápido deslocamento chegando. Ela vai provocar uma queda brusca na temperatura, além de mudar também a direção do vento", explica o meteorologista do Inmet Marcelo Schneider.

A chegada da frente fria e das chuvas, mesmo que isoladas, fará aumentar a qualidade da umidade relativa do ar, que pode chegar a 95% nesta semana.

Na quinta-feira (23), os termômetros continuarão marcando poucos graus na cidade, mas a frente fria começará a ir embora. O dia deve continuar nublado, com máxima chegando a 20º, e mínima, a 10º.

O sol deve reaparecer na sexta-feira (24), mas de forma tímida, entre nuvens. A temperatura deve variar de 11ºC a 25ºC.

"Na quinta-feira, começa a ter mais abertura pois [a frente fria] se desloca para o oceano. Teremos um tempo nublado, de sol entre nuvens", diz Schneider.

No sábado, a previsão é que o tempo volte a esquentar, embora possam ocorrer pancadas de chuva isoladas pela cidade. A mínima será de 14ºC, enquanto a máxima ficará em 24ºC.

Mesmo com uma queda brusca nas temperaturas, o frio desta semana não deve ser tão intenso quanto o registrado na última semana de julho, quando a mínima chegou a 4,7ºC, a menor temperatura do ano até agora.

O litoral acompanha a tendência da cidade de São Paulo. Na terça-feira, a frente fria também deve derrubar a temperatura em Santos, com os termômetros registrando mínima de 13ºC e máxima de 30ºC.

A quarta-feira será um dia ainda mais frio, com uma diferença de 7ºC na máxima em relação ao dia anterior, marcando 23ºC. A temperatura mínima também vai diminuir, chegando a 11ºC.

"O volume de chuva será mais ou menos o mesmo [da capital paulista], assim como a mudança do tempo”, explica o meteorologista, afirmando que as chuvas de terça e quarta-feira também devem ser de fortes a moderadas na região, porém rápidas e isoladas.

Nos últimos dias da semana, o frio permanece. Assim como na capital, a frente fria começa a ir embora na quinta, quando a temperatura máxima esperada é de 24ºC e a mínima é de 12ºC. Já a sexta-feira, há indícios de estabilidade, com variação entre 13ºC e 25ºC.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos