Após dois anos, Parada do Orgulho LGBTQIAP+ acontece em Copacabana

Após dois anos, Parada do Orgulho LGBTQIAP+ acontece em Copacabana. Foto: Getty Images.
Após dois anos, Parada do Orgulho LGBTQIAP+ acontece em Copacabana. Foto: Getty Images.

Após dois anos com apenas atividades virtuais, a 27ª Parada do Orgulho LGBTQIAP+ acontece neste domingo, dia 27, na praia de Copacabana. O tema deste ano é "Coragem para ser feliz".

A concentração acontece na Avenida Atlântica, altura da Rua Sá Ferreira (posto 5), desde à 11h. Já o desfile está programado para iniciar às 14h e vai até a Rua Rodolfo Dantas.

Esquema especial de trânsito

A CET-Rio montou um esquema de trânsito especial: a primeira etapa das interdições começou às 23h30 deste sábado (26), com a interdição da pista junto à orla da Avenida Atlântica, entre as ruas Francisco Otaviano e Miguel Lemos. O objetivo é posicionar os trios elétricos que participarão do evento.

Às 7h de domingo, foiimplantada a área de lazer na via, como ocorre aos domingos e feriados. Mas, a partir das 10h, interdição da pista junto às edificações da avenida, no trecho entre a Rua Joaquim Nabuco e Avenida Princesa Isabel, além de seus acessos, em caso de ocupação pelo público.

A área de lazer da Avenida Atlântica e a interdição da pista junto às edificações serão mantidas até o término do evento. A desocupação da via pelo público e a limpeza das pistas, com a liberação ao tráfego de veículos, é prevista para até 23h.

A inversão de mão da Avenida Atlântica, pista das edificações, funcionará em seu horário habitual, das 7h às 18h.

A ação da CET-Rio deve contar com cerca de 80 agentes, entre guardas municipais, operadores e apoiadores de tráfego. Painéis de mensagens informarão sobre as interdições e condições de tráfego na região.

A recomendação é utilizar o transporte público para a chegada e saída do evento.

Por conta das interdições, a CET-Rio pede que os motoristas busquem rotas alternativas e evitem passar pela região.