Após encontro nos EUA, Allan dos Santos ataca Fabio Faria: 'Odebrecht nunca me apelidou de nada’

·2 min de leitura

Após se encontrarem em um evento evangélico e conservador nos Estados Unidos, onde sentaram lado a lado, o ministro das Comunicações, Fabio Faria, e o blogueiro Allan dos Santos passaram a trocar farpas publicamente. Nesta quarta-feira, Allan afirmou que não confia no ministro e ironizou o fato de ele ter sido investigado por suspeita de repasses pela Oderbrecht de verbas de caixa 2 — o caso foi arquivado em 2019.

“Há pessoas que não compreendem a diferença entre ser um jornalista e um assessor de imprensa. O Fábio Faria é uma delas. Se ele precisa e deseja um poodle para chamar de seu, ao menos reconhece que não sou um pet. Por fim, o Marcelo Odebrecht nunca me apelidou de nada”, postou o blogueiro em seu Telegram.

O inquérito sobre as supostas relações entre Faria e a Oderbrecht foi arquivado em 2019, a pedido da Procuradoria Geral-da República (PGR). Segundo as investigações baseadas em delações de ex-executivos da empreiteira, Faria aparecia supostamente com o apelido de "bonitão" ou "garanhão" nas planilhas da empresa.

Em outubro do ano passado, a PGR pediu para que o Supremo Tribunal Federal (STF) encaminhe o inquérito que investigou as denúncias à Justiça Eleitoral no Rio Grande do Norte.

Os ataques de Allan ocorrem após Faria dizer que não participaria do evento caso soubesse com antecedência que o blogueiro, foragido da justiça, estaria presente. Ontem, em entrevista à rádio “Jovem Pan”, o ministro acusou o influenciador bolsonarista de tentar desgastar a imagem do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Duvido que o senhor Allan dos Santos não tinha essa dimensão de que iam tentar arrastar o governo para dentro desse episódio”, disse Faria em entrevista ao programa “Morning show”.

Em seu Telegram, o blogueiro rebateu as críticas dizendo desconfiar do ministro.

“Nem Bolsonaro confia no Mourão e vocês querem que eu confie em Fábio Faria porque ele 'está no governo'? Isso é piada, né?”, disparou Allan.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos