Após esquartejar mulher no Rio, marido tentou quebrar câmera de segurança ao esconder o corpo; veja vídeo

Policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) realizam diligências para localizar e prender Mário Raposo Yang, foragido após matar e esquartejar a mulher, Daniele Lyra Nattrodt Barros, no edifício onde moravam, em Bonsucesso, na Zona Norte do Rio. Imagens obtidas pela especializada mostram que o criminoso, que teria agido por ciúmes, tentou quebrar uma câmera de segurança do prédio ao esconder o corpo da vítima, na tarde de 7 de dezembro. Ela foi localizada dias depois dentro do porta-malas do carro dele no estacionamento de um mercado, no mesmo bairro.

Tentativa de feminicídio: Mulher tem faca cravada no pescoço e ferimento perto do coração

Crime na Rocinha: Familiares não acreditam que briga entre elas tenha sido a causa da morte

De acordo com as investigações da DHC, em 2 de dezembro foi a última vez que Daniele manteve contato com amigos e familiares. Nesse dia, ela chegou da praia por volta de 17h23 em seu Jeep Renegade e acessou o elevador para ir ao seu apartamento. Às 23h37min do dia 6, Mário chegou ao condomínio em seu Honda Civic e mexeu nas câmeras de monitoramento do bloco 1.

Campanha contra a violência: Em doze dias, quatro mulheres foram vítimas de feminicídio na Rocinha

Na madrugada seguinte, por volta de 3h30, os mesmos equipamentos flagraram Mário entrando novamente no edifício, e, quatro minutos depois, um deles é totalmente direcionado para o alto, não possibilitando a captura de mais nenhuma movimentação a partir desse horário.

Estatísticas: Estado do Rio registra mais de cem feminicídios em 2022, o maior número em seis anos

Às 5h47 do dia 7 de dezembro, a câmera do bloco 1 é redirecionada para o lugar correto e, em seguida, mostra a saída de Mário no Honda Civic da garagem do condomínio. Alguns minutos depois, o carro chega ao estacionamento do mercado, na Avenida Guilherme Maxwell, onde foi abandonado com o corpo da vítima. Imagens de circuito interno do estabelecimento também flagraram o criminoso caminhando no local.

'Estou muito triste', diz marido suspeito de matar jovens na Rocinha lamentou as mortes horas após o crime

Segundo testemunhas, Mário não teria se inconformado com o pedido de divórcio feito por Daniele. O desaparecimento dela havia sido registrado na 30ª DP (Marechal Hermes) e o corpo da vítima foi localizado no veículo após uma informação dada pelo advogado do criminoso, considerado foragido da justiça.