Após faturar mais de R$ 100 mil, Lumena festeja primeiro mês em site adulto: 'Achava que meu lado erótico tinha que ser negado'

Quem assistiu ao "BBB21" e acompanhou Lumena Aleluia ali dentro, não imaginava que, aqui fora, a baiana pudesse modificar tanto a sua jornada. A psicóloga que saiu rejeitada e desacreditada do programa deu lugar a uma mulher mais reflexiva, menos combativa e mais aberta a experimentar o novo. Foi assim, quebrando os próprios paradigmas, que ela se tornou uma produtora de conteúdo adulto há um mês, o que hoje celebra. E isso só aconteceu porque ela teve medo de mostrar o corpo no último carnaval.

"Eu fui convidada a ser musa de uma escola de samba e na ocasião eu não me senti confortável para dançar com uma das peças que o designer tinha proposto, que mostrava muito meu corpo. Ou seja, exibia a nudez, tinha uma linguagem de nudez e, na ocasião, ainda estava muito insegura com meu próprio corpo e muito travada, reprimida em relação a essas questões do universo da sensualidade mesmo. Eu não consegui me autorizar a desfilar com uma proposta de roupa assim, mais explícita", conta ela, que nos primeiros dez dias numa plataforma adulta faturou R$ 100 mil.

Lumena não desfilou com a tal fantasia e se pôs a pensar nos motivos que ela teve para dizer não, e encontrou na palavra "preconceito" a razão pela qual teve vergonha de exibir o próprio corpo na Avenida. "Como eu me formei psicóloga, enfim, eu fiz um corre muito acadêmico, de pesquisadora. Eu criei na minha cabeça uma ideia muito preconceituosa de que o meu lado erótico, o meu lado sensual, ele tinha que ser negado. E eu me dei conta disso esse ano no carnaval, quando eu não consegui, dentro de uma proposta artística de carnaval que está autorizado essa liberdade dos corpos, eu não consegui. Desde então venho refletindo muito sobre as bases dessa insegurança e decidi tomar coragem para quebrar e questionar isso de uma vez por todas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos