Após flagra em festa, Arthur, McKennie e Dybala ficam fora de clássico na Juventus

·1 minuto de leitura

A Juventus cortou os meias Arthur e McKennie e o atacante Dybala do clássico contra o Torino, neste sábado. A medida é uma punição pelo flagra dos jogadores em uma festa particular em meio a restrições de combate à pandemia do novo coronavírus, na noite da última quinta-feira. A informação é do site "Football Italia".

As festas privadas estão proibidas na Itália em meio às medidas de enfrentamento da doença. Segundo a imprensa italiana, a polícia chegou a casa de McKennie, onde uma festa com dez pessoas, incluindo os dois colegas de equipe, às 23h30, já em meio ao horário do toque de recolher do país (22h às 5h).

Os jogadores foram multados e podem perder, ainda, a partida contra o Napoli, no próximo dia 7.