Após Guedes mandar domésticas viajarem pelo Brasil, veja preço de pacotes

1 / 2

foz-do-iguacu.jpg

Viajar para Foz do Iguaçu também ficou mais caro do ano passado para cá

Em um cenário de desvalorização cambial, o Ministro da Economia Paulo Guedes declarou que era bom ter um dólar alto porque todo mundo estava indo para a Disney, até mesmo empregadas domésticas, e aconselhou as classes mais baixas a viajarem para Foz do Iguaçu e praias do Nordeste. Diante disso, o EXTRA encomendou um levantamento para a Skyscanner para revelar quanto custa passar dias de folga nesses destinos.

Leia mais:
 

Para viagens no carnaval, por conta da proximidade do feriado, os preços estão mais elevados que o usual. A passagem aérea de ida e volta para Fortaleza, por exemplo, sai por R$ 1.548,93. Já para Orlando, nos Estados Unidos, os bilhetes não saem por menos de R$ 4.400,13.

Se o objetivo é viajar nas férias de julho, já é possível encontrar preços mais convidativos. As passagens de ida e volta para Foz do Iguaçu saem por R$ 733,20 e as diárias custam a partir de R$ 259. Veja na tebela:

Segundo a pesquisa, os preços para o carnaval de 2020 estão mais caros que os do mesmo período no ano passado. As passagens aéreas para Foz do Iguaçu, por exemplo, tiveram um incremento de 29% para partidas do Brasil, aumentando de R$ 728,51 para R$ 938,57.

Fortaleza também sofreu elevação no valor dos bilhetes entre um ano e outro: as passagens foram de R$ 775,33 para R$ 877,49.

Para as partidas do Rio de Janeiro, o quadro não é muito diferente: viagens para Fortaleza ficaram 17% mais caras e para Foz do Iguaçu, 25%.

Se o passeio for programado para as férias de julho, a discrepância é ainda maior: os bilhetes para Fortaleza subiram 34% e os para Orlando 26%.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263)