Após habeas corpus, Milton Ribeiro é liberado pela Polícia Federal em SP

Ex-ministro Milton Ribeiro (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Ex-ministro Milton Ribeiro (Foto: EVARISTO SA/AFP via Getty Images)

O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro foi liberado da Superintendência da Polícia Federal na tarde desta quinta-feira, em São Paulo.

Segundo o advogado Daniel Bialski, Ribeiro estava "abalado" após passar a noite numa cela da carceragem da PF, onde recebeu tratamento respeitoso.

Ainda assim, o advogado disse que o ex-ministro ficou aliviado com a decisão da Justiça Federal que o liberou e que ele sempre confiou na Justiça.

A defesa de Ribeiro relacionou o caso ao período eleitoral e disse que a detenção só ocorreu por ele ter ocupado um cargo no alto escalão da gestão do presidente Jair Bolsonaro.

— Agora, o ministro vai responder em liberdade. Ele vai ficar junto da família para poder curar o constrangimento que passou. Quando o comuniquei da soltura o que ele fez foi uma benção, já que ele é um homem religioso — disse o advogado Daniel Bialski.

Ele foi preso por participação em um suposto esquema de liberação de verbas do Ministério da Educação, com lobby de pastores evangélicos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos