Após incêndio em hospital, iraquianos lamentam a corrupção que mata

Iraquianos transportam caixão de um parente morto durante um incêndio no hospital Ibn al-Khatib reservado para os casos mais graves de covid-19, na capital Bagdá, em 25 de abril de 2021