Após incêndio, pacientes do Hospital Geral de Bonsucesso são transferidos para unidades municipais e estaduais

·2 minuto de leitura
Incêndio atinge Hospital Federal de Bonsucesso, e pacientes são levados para outras unidades
Incêndio atinge Hospital Federal de Bonsucesso, e pacientes são levados para outras unidades

A Secretaria de Estado de Saúde informou que dez pacientes foram transferidos do Hospital Geral de Bonsucesso, que foi atingido por um incêndio na manhã desta terça-feira, para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha Circular. Deste número, quatro pacientes se encontram em estado grave, três estáveis, um já recebeu alta e outro foi transferido para o Hospital de Anchieta, na Baixada Fluminense. No total, 162 pacientes já foram transferidos do hospital para unidades do município e do Estado.

Até o início da tarde, pacientes do HFB tinham sido transferidos para as seguintes unidades municipais: Souza Aguiar, no Centro, onde uma mulher, de 73 anos, com as iniciais L.M.S. foi para o setor de emergência e necessita do uso de respirador. Um homem, F.B.B., foi levado para o setor de cirurgia geral; Evandro Freire, na Ilha; Hospital Maternidade Fernando Magalhães, em São Cristóvão; Maternidade Maria Amelia Buarque de Hollanda, no Centro; e Ronaldo Gazolla, em Acari.

O Hospital de Campanha da Prefeitura, no Riocentro também disponibilizou 64 leitos, sendo 50 de enfermaria e 14 de terapia intensiva, para receber os pacientes transferidos. A secretária municipal de Saúde, Beatriz Busch, e o subsecretário geral, Jorge Darze, estão em Bonsucesso acompanhando as transferências e verificando as necessidades dos pacientes. De acordo com o diretor do hospital Hospital Geral de Bonsucesso, uma paciente de 46 anos, que estava em estado gravíssimo, chegou a morrer durança a evacuação.

A Secretaria Municipal de Saúde também informou que está com toda a rede de assistência preparada para receber pacientes transferidos do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). Quatro ambulâncias (duas básicas e duas UTI) da SMS estão no local do incêndio, à disposição para realizar as transferências.

Pelo Twitter, o governador em exercício, Cláudio Castro, disse que acompanha a ocorrência de Brasília, no Distrito Federal, onde cumpre agenda acompanhado do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), André Ceciliano.