Após mais de 80 horas, morre menino que caiu em buraco de 35 metros no Vietnã

Thai Ly Hao Nam, o menido de 10 anos que havia caido em um buraco de 35 metros de profundidade no Vietnã, morreu após ficar mais de 80 horas preso no local. O anúncio da morte foi feito pelo vice-presidente do Comitê Popular Provincial de Dong Thap, Doan Tan Buu, para a imprensa local.

Segundo o jornal vietnamita Tuoi Tre, Tan Buu afirmou que as evidências para determinar a morte da criança vieram após conversa com especialistas forenses e a própria família do menino. Agora, a equipe de resgate busca uma forma de retirar o corpo o mais rápido.

— Se for favorável, esta noite vamos retirar o menino do cano de concreto. E as medidas de resgate também mudarão para corresponder à situação real — disse o Sr. Buu ao jornal Tuoi Tre.

No dia 31 de dezembro, Thai Ly Hao Nam caiu em um buraco de um pilar de concreto quando estava com três amigos procurando sucatas. O poço em questão fazia parte de uma nova ponte da província de Dong Thap, no sul do páis.

Na segunda, o primeiro ministro, Pham Minh Chinh, pediu união das autoridades locais para resgatar o menino. Ele chegou a assinar um ofício pedindo urgência para retirar a criança do local. No mesmo dia, mais de 350 pessoas ajudavam a salvar menino, de acordo com o Tuoi Tre

A equipe de resgate perfurou e cortou o concreto do local. Depois utilizaram uma máquina para bombear água, amolecer o solo e retirar o pilar para tentar chegar até a criança. Apesar das tentativas, na terça-feira, quando restava apenas 12m para conseguirem salvar o menino, os socorristas enfrentaram muitas dificuldades. elex explicaram que a última camada de argila era muito dura.

A equipe de resgate perfurou e cortou o concreto do local. Depois utilizaram uma máquina para bombear água, amolecer o solo e retirar o pilar para tentar chegar até a criança. Apesar das tentativas, na terça-feira, quando restava apenas 12m para conseguirem salvar o menino, os socorristas enfrentaram muitas dificuldades. Segundo explicaram, a última camada de argila era muito dura.

Enquanto a tentativa de resgate acontecia, uma bomba de oxigênio garantia a ventilação da criança presa no buraco, mas ainda assim o prognóstico era ruim.

— Temos um prognóstico muito ruim para o menino, no tubo estreito com profundidade superior a 10m, pode haver lesões múltiplas, ventilação inadequada — disse Tan Buu ao Tuoi Tre.