Após mais um título com o Corinthians, Arthur Elias afirma: 'Confio nas minhas jogadoras'

Arthur Elias comemora terceiro gol do Corinthians sobre o Inter, com Vic Albuquerque (Foto: Reprodução/Twitter)


Um dos símbolos deste Corinthians que se tornou referência em futebol feminino no Brasil, o técnico Arthur Elias fez questão de exaltar as jogadoras com quem tem trabalhado. Após vencer o Internacional por 4 a 1, na Neo Química Arena, e conquistar o quarto título brasileiro da história do clube, o treinador das Brabas salientou a confiança que ele tem com o seu grupo.

+ ATUAÇÕES: Corinthians dá show, coletivo brilha e leva o Brasileirão Feminino

Campeão de tudo o que disputou no ano passado, o clube alvinegro parecia não ter a mesma força nesta temporada, principalmente quando terminou a primeira fase do Brasileirão Feminino apenas na quarta colocação. Contudo, no mata-mata a equipe cresceu e deixou para trás o Real Brasília, o Palmeiras, líder da primeira fase, e o Inter, na decisão.

- Para mim, toda a fase de mata-mata vence quem consegue evoluir de um jogo para o outro. A gente saiu de forma errada da pressão lá no jogo de ida. Hoje jogamos mais dentro de nossas características, vendo onde estavam os espaços, conseguindo jogar com profundidade e dando ritmo no meio-campo. Fiquei satisfeito com a parte tática, mas o que vale mesmo é a história delas, a atmosfera que estava hoje, isso é o que nos deixa mais feliz - destacou o treinador corintiano após a vitória diante das gurias coloradas.

E esse processo de evolução passa pela confiança entre Arthur e as suas comandadas, até mesmo nas necessidades de mudanças no decorrer da competição.

+ Confira a tabela do Brasileirão Feminino

- Eu confio em todas as minhas jogadoras, e elas sabem disso. É um processo natural ao longo da temporada (mudar o time), vamos pensando de acordo com o adversário. O time todo fez uma grande partida dentro da nossa identidade, de entrega, da raça corintiana e com um futebol bem organizado - salientou Arthur Elias.

Para o comandante das Brabas, a vitória é um conjunto de preparação que tem sido feita com o grupo.

- Eu não consigo separar a parte física, mental, tática, técnica. Está tudo relacionado e tudo junto nos treinos, nos jogos. Mantendo a posse de bola, fazendo um jogo objetivo, tendo profundidade e sabendo trabalhar a bola no ataque, desgastamos a equipe adversária. O mérito é delas. Conseguimos mandar no jogo, e não é uma questão física - pontuou Arthur.

- Ganhar sempre é bom. A gente trabalha arduamente todos os dias com muito respeito, comprometimento e qualidade. Eu tenho jogadoras fantásticas. Foi desafiador, uma temporada com muitos problemas de lesão, aceleramos processos com algumas atletas, mas elas acabaram ganhando casca, amadurecendo. Foi importante para chegarmos confiantes no mata-mata. Conseguimos relacionar 23 jogadoras, quem diria, já que trabalhei boa parte da temporada com 15 de linha nos treinos, por lesões ou convocações. Com muito trabalho conseguimos mais esse título. Libertadores falamos depois, hoje vamos aproveitar esse título - acrescentou.

O título brasileiro foi o segundo do Corinthians, de Arthur Elias, neste ano. Em fevereiro, as Brabas conquistaram a Supercopa do Brasil. E ainda há chances da equipe alvinegra levantar mais dois canecos este ano, os do Campeonato Paulista e Libertadores.

Arthur Elias está no projeto de futebol feminino corintiano desde 2016, quando o clube tinha parceria com o Osasco Audax na administrção da categoria. O profissional permaneceu no Timão mesmo com o término da fusão, no fim de 2017.