Após negar ida para time japonês, Hugo Souza, do Fla, tem contas bloqueadas pela Justiça por 'calote'

Depois de voltar atrás no acordo que o Flamengo tinha com o Vissel Kobe, time japonês, de vendê-lo para a próxima temporada, o goleiro Hugo Souza vive uma fase complicada. Ele teve suas contas bloqueadas no processo movido pelo advogado Frederico Rosa Pinheiro, de quem comprou uma casa no Recreio dos Bandeirantes, em 2021, e não quitou.

No total, Hugo estaria devendo cerca de R$ 300 mil ainda. A juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro pediu o bloqueio de R$ 317.051,86 nas contas de Hugo Souza nos bancos. Foram bloqueados, em duas instituições bancárias, R$ 215.864,40. Ainda restam R$ 100 mil a serem pagos pelo jogador.

De acordo com o jornalista Venê Casagrande, a transferência de Hugo Souza para o clube japonês não deve mais acontecer, por decisão do próprio goleiro, que, por questões pessoais, repensou a mudança para a Ásia, e até onde se sabe deve permanecer como atleta do time rubro-negro.

A dívida de Hugo em questão é da compra da casa, localizada no condomínio Maramar, na Zona Oeste do Rio, adquirida no valor de R$ 3 milhões. Hugo financiou uma parte e a outra negociou para pagar parcelado, mas não teria honrado com a quitação. O goleiro, inclusive, já vendeu o imóvel.