Após operação da PF, CPI antecipa o depoimento de governador do AM

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), decidiu antecipar o depoimento na comissão do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC).

Em operação contra desvios de recursos para o combate à Covid-19, a Polícia Federal cumpre 25 mandados judiciais na manhã desta quarta-feira (2) em Manaus e em Porto Alegre, incluindo busca e apreensão na casa do governador do Amazonas e a prisão temporária do Secretário Estadual de Saúde, Marcellus Campêlo.

Lima iria inicialmente comparecer à comissão no dia 29 deste mês. Agora deve prestar depoimento na CPI na próxima quinta-feira (10), no lugar do publicitário Marcos Eraldo Arnaud Marques, conhecido como Marquinhos Show -ex-chefe de comunicação do Ministério da Saúde, na gestão de Eduardo Pazuello.

Governadores ingressaram na semana passada com ação no Supremo Tribunal Federal para evitar comparecerem na CPI, especialmente na condição de convocados, alegando que essa situação desrespeita o princípio da separação dos poderes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos