Após ouro no individual geral, Rebeca Andrade fica em 8º nas barras assimétricas

A brasileira Rebeca Andrade terminou sua passagem nas barras assimétricas no 8º lugar. Medalha de ouro no individual geral, ela ficou fora do pódio neste aparelho, mas ainda terá mais duas finais no Mundial de Liverpool, amanhã, no solo e na trave.

Rebeca foi a primeira a se apresentar e cometeu um erro em seu primeiro movimento. Após apoiar a mão no aparelho, acabou caindo. A sequência de sua apresentação foi boa, mas insuficiente para conquistar uma medalha. Ao fim, acabou com 12.800, bem abaixo dos 14.666.

A chinesa Xiaoyuan Wei conquistou a medalha de ouro, com a nota 14,966. A americana Shilese Jones, com 14,766, ficou com a prata, enquanto a belga Nina Derwael, que era favorita, marcou 14,700 e completou o pódio com o bronze.

No solo, ela se classificou às finais com o primeiro lugar, empatada com a também brasileira Flávia Saraiva.