Após polêmica com Flamengo, Gabigol treina separado na seleção e tem evolução de olho em estreia da Copa América

·2 minuto de leitura

Um dos primeiros jogadores a se apresentar à seleção brasileira em São Paulo, o atacante Gabigol, do Flamengo, não participou do treino junto aos demais companheiros no CT do São Paulo, na tarde desta sexta-feira, mas se recupera bem de um problema muscular na coxa, segundo a CBF.

O atacante realizou trabalho individualizado com um fisioterapeuta em campo anexo do CT do São Paulo durante o treino da seleção.

De acordo com a entidade, a evolução está dentro do esperado após o jogador constatar um edema muscular e desfalcar o Flamengo no jogo contra o Coritiba, pela Copa do Brasil.

Como não se apresentou para ser reavaliado, o atleta será multado pelo clube.

Na seleção, Gabigol tem pouco tempo para a estreia da Copa América, domingo, contra a Venezuela. A expectativa, porém, é que seja ao menos relacionado se conseguir participar normalmente da atividade deste sábado, também no CT do São Paulo.

O choque entre o Flamengo e seu maior artilheiro se dá por conta de uma suposta lesão detectada ainda a serviço da seleção brasileira. Há um desalinho entre a CBF, que constatou um edema muscular na coxa do camisa 9 após a partida contra o Paraguai, e o clube rubro-negro, que considerou o diagnóstico inconclusivo e pretendia que o jogador fizesse exames complementares.

"Gabriel Barbosa descumpriu a determinação de se apresentar na última quarta-feira (09.06), em Curitiba, impossibilitando a avaliação do Departamento Médico do Flamengo. O clube ainda aguarda a reapresentação do atleta", disse uma nota divulgada pelo rubro-negro na manhã desta quinta.

Mais cedo, a assessoria do jogador alegara em comunicado que os departamentos médicos de Flamengo e CBF haviam compartilhado exames e os diagnósticos do edema e que o rubro-negro tinha vetado sua presença na partida contra o Coritiba. A equipe afirmara que Gabi havia se prontificado a fazer os exames em São Paulo visando a evitar o desgaste de uma viagem a Curitiba após a partida. "Com a decisão, ele segue em tratamento e se apresentará amanhã (sexta-feira) à seleção brasileira, data marcada a todos os convocados para a Copa América", dizia a nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos