Após polêmica, Maurício Souza triplica número de seguidores, chega a 700 mil e ironiza: 'Não precisei ficar sambando na cama'

·1 min de leitura

Com contrato rescindido do Minas Tênica Clube, Maurício Souza voltou às redes sociais após atingir a marca de 700 mil seguidores. O jogador teve de deixar o time após compatilhar em sua págna publicações de teor homofóbico. Na noite desta quinta-feira, o atleta agradeceu aqueles que o apoiam e celebrou o aumento do número de fãs, dizendo que, para isso, "não precisou ficar sambando na cama".

"Eu tinha 200 mil seguidores e agora tenho 700 mil. E, graças a Deus, eu não precisei ficar sambando em cima de cama, nem ficar desfilando na quadra para ganhar respeito e admiração de vocês", disparou ele, fazendo referência, sem dizer nomes, ao jogador Dougas Souza, que fez vídeos dançando em cima da cama e desfilando na quadra durante os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Na manhã da última quarta-feira, já em meio à polêmica, Maurício acumulava 279 mil seguidores em sua página. As postagens tecendo críticas à comunidade LGBTQIA+ e de teor homofóbico continuam no perfil do jogador.

O desligamento dele ocorreu após os principais patrocinadores cobrarem por uma atitude. Maurício chegou a fazer uma retratação pública após a situação. A mensagem, porém, foi compartilhada apenas pelo Twitter, onde ele tem poucos seguidores. Nada pelo Instagram. "Pessoal, após conversar com meus familiares, colegas e diretoria do Clube, pensei muito sobre as últimas publicações que eu fiz no meu perfil. Estou vindo a público pedir desculpas a todos a quem desrespeitei ou ofendi, esta não foi minha intenção", escreveu o atleta no microblog, na ocasião.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos