Após posse no STF, ministro André Mendonça participa de culto com Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Cerimônia de posse de André Mendonça no STF
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Jair Bolsonaro
    38.º presidente do Brasil

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - Empossado nesta quinta-feira no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro André Mendonça participou nesta quinta-feira de culto de ação de graça, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro e de ministros do governo, além do novo colega de corte ministro Ricardo Lewandowski.

Durante sua fala na cerimônia religiosa, Mendonça, que é pastor, reafirmou seu compromisso com a democracia e a constituição.

Ao defender os valores do Estado Democrático de Direito, reafirmou seu compromisso de sempre buscar "a correta interpretação e aplicação da Constituição e das normas vigentes no país", sem deixar de mencionar, no entanto, que a própria Carta Magna, em seu preâmbulo, faz menção a Deus.

Defendeu, ainda, que a justiça é o "ponto de equilíbrio entre todos os demais valores constitucionais".

Bolsonaro, que também discursou na cerimônia, disse ter gratidão pelo trabalho de Mendonça à frente da Advocacia-Geral da União (AGU) e do Ministério da Justiça.

O presidente lembrou ainda, que a indicação de Mendonça para a suprema corte atendeu a compromisso firmado por ele de escolher alguém "terrivelmente evangélico" para o posto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos