Após prisão de prefeito, partido de Crivella diz ver preocupação com judicialização política

RENATO MACHADO
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O partido de Marcelo Crivella, o Republicanos, divulgou na manhã desta terça-feira (22) uma nota na qual sai em defesa do prefeito do Rio de Janeiro e manifesta preocupação com o que chamou de "judicialização política". Crivella foi preso preventivamente nesta manhã, em operação conjunta da Polícia Civil e do MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro). O prefeito é apontado como chefe do suposto grupo criminoso que teria instituído um esquema de cobrança de propina na prefeitura. O Ministério Público acusa Crivella e outras 25 pessoas de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva. A denúncia ainda não foi aceita pelo Tribunal de Justiça do Rio, mas a desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita autorizou as prisões. A nota do Republicanos afirma que a executiva nacional do partido vai aguardar os desdobramentos da prisão do prefeito. No entanto, adianta que acredita na "idoneidade" de Crivella e manifesta preocupação com a "judicialização política". "A Executiva Nacional do Republicanos aguarda detalhes e os desdobramentos da prisão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. O partido acredita na idoneidade de Crivella e vê com grande preocupação a judicialização política."