Após PSB declarar apoio a Boulos no 2 turno em SP, França anuncia neutralidade

Gustavo Schmitt
·1 minuto de leitura
Fernanda_Luz /
Fernanda_Luz /

SÃO PAULO. Horas depois de o seu partido, o PSB, declarar apoio a Guilherme Boulos (PSOL) no segundo turno das eleições à prefeitura, o ex-governador Márcio França, do PSB, anunciou que prefere ficar neutro na disputa.

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, tem defendido que a sigla apoie todos os candidatos de esquerda no segundo turno. Mesmo com a pressão em prol de uma união de esquerda, França disse que "não aceita empurrões".

Ao concluir a nota, afirma que as propostas dos candidatos que estão no segundo turno não o convenceram.

"Permaneceremos neutros na eleição (...). Não faço o que não estou convencido, nem meus eleitores.Não aceito empurrões", diz França.

Outros partidos de esquerda como PT e PCdoB também já haviam anunciado que fariam aliança com Boulos e integraria o que candidato tem chamado de "frente democrática".