Após renovar mínima, Bolsa sobe ainda com incertezas sobre cenário fiscal no radar; Dólar opera acima dos R$ 5,60

·3 min de leitura

RIO — Após renovar o patamar mínimo de fechamento no ano, a Bolsa sobe enquanto o dólar se valoriza ante o real no início desta quarta-feira. Os investidores aguardam a versão final do parecer do relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios, que deve ser apresentado amanhã na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, e repercutem possíveis mudanças na Medida Provisória (MP) que criou o Auxílio Brasil.

Por volta de 10h45, o Ibovespa subia 0,82%, aos 102.962 pontos. No mesmo horário, a moeda americana tinha alta de 0,67%, negociada a R$ 5,6306.

O principal índice da B3 tenta encontrar espaço para subir mesmo com um dia mais negativo nos mercados estrangeiros.As preocupações com o recrudescimento da pandemia em países europeus e a respeito de uma inflação mais alta e que tende a pressionar as curvas de juros futuros prejudicam os negócios pelo mundo.

PEC e Auxílio no radar

O mercado observa de perto a tramitação da PEC para identificar se irão ocorrer mudança no seu conteúdo que prejudiquem ainda mais os cofres públicos.

Pelo lado do governo, a proposta é fundamental, pois abre espaço no Orçamento de 2022 para custear o Auxílio Brasil, além de revisar as regras do teto de gastos.

Na segunda-feira, o secretário de Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, apresentou, durante audiência no Senado, números indicando que o governo terá uma folga de R$ 1,1 bilhão para gastar livremente no Orçamento do próximo ano com a aprovação da PEC.

O espaço reduzido para outros gastos mostra a dificuldade que o governo terá para alocar no Orçamento de 2022 uma série de promessas do presidente Jair Bolsonaro, que poderiam funcionar como vitrine no ano em que ele pretende concorrer à reeleição.

No caso do Auxílio Brasil, o relator da MP que criou o benefício, deputado Marcelo Aro (PP-MG), afirmou aos jornais O Estado de S. Paulo e Valor Econômico que vai incluir no texto o reajuste automático dos valores pagos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INCP).

Além disso, o relator prevê incluir mais famílias no programa, ampliando os critérios de acesso, bem como impor avaliações e metas anuais ao programa.

A expectativa é que o relatório seja votado ainda esta semana no Plenário da Câmara, já que ele ainda precisa passar pelo Senado.

A MP que criou o Auxílio perde a validade se não for aprovada até o dia 7 de dezembro.

A indefinição para as contas públicas do próximo ano ocorre em um cenário de revisão constante dos indicadores econômicos por parte do mercado, com destaque para a queda da estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) neste e no próximo ano, e aumento das perspectivas de inflação, que já se aproxima do teto da meta ao final de 2022.

Vale e siderúrgicas sobem

Entre as ações, as ordinárias da Petrobras (PETR3, com direito a voto) subiam 1,53% e as preferenciais (PETR4, sem direito a voto), 1,97%.

Em um novo dia positivo para os preços do minério de ferro negociado na China, as ordinárias da Vale (VALE3) avançavam 5,12% e da Siderúrgica Nacional (CSNA3), 6,28%.

As preferenciaisa da Usiminas (USIM5) tinham altas de 7,93%.

No setor financeiro, as preferenciais do Itaú (ITUB4) e do Bradesco (BBDC4) cediam 0,18% e 0,59%, respectivamente.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas operavam com direções contrárias. Por volta de 10h45 no horário de Brasília, a Bolsa de Londres subia 0,09%. Em Frankfurt e Paris, ocorriam quedas de 0,66% e 0,23%, respectivamente.

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, subiu 0,09%. Na China, houve alta de 0,20% e, em Hong Kong, queda de 1,20%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos