Após resultado do PIB, dólar é cotado abaixo dos R$ 5,20. Bolsa sobe

·2 minuto de leitura

RIO — O dólar opera em baixa ante o real no início do pregão desta terça-feira. Os investidores reagem ao resultado acima do esperado do Produto Interno bruto (PIB, conjunto de bens e serviços produzidos pelo país) brasileiro no primeiro trimestre, o que pode melhor as expectativas em torno do cenário local.

Por volta de 10h15, a moeda americana era negociada a R$ 5,17, queda de 0,90%. No mesmo horário, o Ibovespa tinha alta de 1,12%, aos 127.630 pontos.

Segundo dados divulgados pelo IBGE nesta terça-feira, o PIB avançou 1,2% no primeiro trimestre de 2021 em comparação com o quarto trimestre do ano passado, superando as expectativas do mercado.

No exterior, destaque para mais uma alta no preço de commmodities. O petróleo tipo Brent tinha alta de 2,58%, cotado a US$ 71,11, o barril. Enquanto o WTI avançava 3,47%, cotado a US$ 68,62, o barril. O movimento ocorre em meio às expectativas pelo aumento da demanda.

Na China, o preço do minério de ferro continua em alta, voltando a operar acima dos US$ 200 no mercado à vista.

“Em linha com um ambiente de menor aversão ao risco generalizado, esperamos mais uma abertura favorável para ativos de risco brasileiros”, escreveram analistas da Guide Investimentos, em relatório matinal.

Bolsas no exterior

Na Europa, as bolsas operam em alta, impulsionadas por ações ligadas à mineração e bancos. Por volta de 09h25, no horário de Brasília, a Bolsa de Frankfurt subia 1,66% e a de Paris, 1,09%. Após ficar fechada na segunda-feira por conta de um feriado, a Bolsa de Londres avançava 1,24%.

As bolsas asiáticas fecharam sem direção única. O índice Nikkei, da Bolsa de Tóquio, teve queda de 0,16%. Em Hong Kong, houve avanço de 1,08% e na China, de 0,26%.