Após ser substituído no cargo, general Ramos acompanha Bolsonaro no jogo do Flamengo: 'Honra estar nesse time'

·1 minuto de leitura

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro compareceu ao Estádio Mané Garrincha e assistiu à goleada do Flamengo ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, de ministros do governo e de deputados da sua base de apoio na Câmara. O jogo valeu a classificação do clube para as quartas de finais da Libertadores. A partida marcou o retorno da torcida num jogo oficial do clube desde o início da pandemia.

O ministro e general Luiz Eduardo Ramos acompanhou o jogo ao lado do presidente. Com uma camisa do Flamengo, ele postou fotos nas suas redes sociais com Bolsonaro. Ramos foi afastado da Casa Civil e irá ocupar a Secretaria-Geral da Presidência. Ele só soube da troca após o acordo feito com o Centrão. O presidente do Progressistas, o senador Ciro Nogueira (PI), irá ocupar a Casa Civil. Ramos irá para a Secretaria-Geral da Presidência, em substituição a Onyx Lorenzoni.

Mas nem por isso Ramos deixou de demonstrar a satisfação de estar ao lado do presidente. E postou que era uma alegria voltar ao estádio e torcer para seu clube. Disse que o governo está vencendo a Covid-19. E afirmou:

"Que honra estar nesse time. Falta só a vitória do Flamengo agora". Vitória que ocorreu, por 4 a 1.

Os deputados e ministros postaram fotos e ora apareciam com máscara, ora sem. Compareceram também os ministros Fábio Faria (Comunicações) e Anderson Torres (Justiça). Os deputados Vitor Hugo (PSL-GO) e Helio Negão (PSL-RJ) também foram ao estádio e postaram fotos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos