Após sete anos, tarifa de táxi fica mais cara na cidade de São Paulo

·1 min de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL,  30.06.2015 - Luminoso de Táxi em veículo prestador do serviço de transporte na região central de São Paulo (SP). (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, BRASIL, 30.06.2015 - Luminoso de Táxi em veículo prestador do serviço de transporte na região central de São Paulo (SP). (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress)

SÃO PAULO,SP (FOLHAPRESS) - As tarifas dos táxis ficarão mais caras em São Paulo a partir do dia 2 de abril. O reajuste foi publicado no Diário Oficial do município nesta quinta-feira (24).

Segundo a prefeitura, a bandeira tarifária dos táxis enquadrados nas categorias comum, comum-rádio, preto e especial não era reajustada desde janeiro de 2015. Os novos valores, diz a administração Ricardo Nunes (MDB), ainda estão abaixo da inflação acumulada no período.

O valor inicial da corrida (bandeirada) passa de R$ 4,50 para R$ 5,50, e o custo por quilômetro rodado vai de R$ 2,75 para R$ 4 nas categorias táxi comum, especial e preto.

Nessa faixa, a tarifa horária (quando o carro fica parado à disposição do cliente ou circula a menos de 15 quilômetros por hora) custará R$ 49, e não mais R$ 33.

Para a categoria de Táxi Luxo, a bandeirada passa de R$ 6,75 para R$ 8,25, a tarifa quilométrica de R$ 4,15 vai a R$ 6, e a tarifa horária subirá de R$ 49,50 para R$ 73,50.

Já a bandeira dois, acionada de segunda a sábado das 20h às 6h da manhã e durante todo o domingo, terá um reajuste em todas as categorias de táxi.

Atualmente há 36.738 táxis ativos credenciados na cidade de São Paulo. Com a mudança, os taxímetros de todos os veículos deverão ser aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas de São Paulo (Ipem).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos