Após suspeitar de roubo, PM dá dois tiros em carro de aplicativo no Recreio dos Bandeirantes

Paolla Serra
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução

O soldado da Polícia Militar Rodrigo Thiago Motta Mendes, de 34 anos, foi autuado por disparo de arma de fogo, crime previsto no Estatuto do Desarmamento, na tarde de domingo, dia 31. Ele dirigia seu carro, um Mercedes GLA, pela Avenida das Américas, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, quando teria suspeitado que seria roubado e fez dois disparos contra o motorista de aplicativo Marcos Aurélio da Silva Mendes, de 44 anos.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o PM parando seu veículo e descendo com duas armas nas mãos, próximo ao Recreio Shopping. Uma viatura da corporação que passava próximo ao local foi chamada e levou Rodrigo e Marcos para a 16ª DP (Barra da Tijuca).

Na delegacia, o soldado contou que o Up dirigido pelo motorista começou a segui-lo em uma transversal, tentando fechar sua Mercedes. Em depoimento, Rodrigo relatou ainda que Marcos "ficou gesticulando" e que, por isso, ele acreditou que se tratava de uma tentativa de roubo, o que o levou a dar dois tiros contra o Up. Ele então teria abordado o motorista, que desceu do veículo e se apresentou como profissional do Uber. Uma pistola calibre .40, que pertence a Polícia Militar, foi apreendida. O caso será investigado pela 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes).