Após suspensão na pandemia, Texas executa prisioneiro no corredor da morte

·1 minuto de leitura
John Hummel foi condenado à pena de morte depois que, em 2009, ele esfaqueou sua esposa grávida e seu sogro até a morte e, em seguida, espancou sua filha de cinco anos até a morte com um taco de beisebol antes de colocar fogo em sua casa em Fort Worth

O estado americano do Texas se preparava nesta quarta-feira (30) para executar um homem condenado por um violento homicídio triplo, o primeiro a obter a suspensão da execução devido à pandemia.

Na ausência de qualquer recurso final, John Hummel, 45 anos, deveria receber uma injeção letal na noite desta quarta-feira na penitenciária de Huntsville, no sul do estado.

Hummel foi condenado à pena de morte depois que, em 2009, esfaqueou sua esposa grávida e seu sogro até a morte e, em seguida, espancou sua filha de cinco anos até a morte com um taco de beisebol antes de colocar fogo em sua casa em Fort Worth, Texas.

De acordo com os promotores, ele queria começar uma nova vida com outra mulher.

Ele estava originalmente programado para ser executado em 17 de março de 2020, mas um tribunal de apelações adiou o prazo "à luz da atual crise de saúde".

O tribunal também indicou que uma execução requer "enormes recursos", incluindo a obrigatoriedade de que dezenas de guardas prisionais, advogados, testemunhas e membros de sua família e das vítimas estejam presentes, aumentando o risco de disseminação da covid-19.

Como resultado da pandemia, as execuções foram suspensas por meses nos Estados Unidos.

O Texas reabriu sua câmara de execução em 19 de maio deste ano para executar Quinton Jones, um homem de 41 anos condenado à morte pelo assassinato de sua tia-avó em 1999.

As autoridades desencadearam uma reação de ativistas contrários à pena de morte ao não convidarem jornalistas para testemunhar a execução, como tem sido costume por décadas.

Desde o início do ano, com exceção do Texas, apenas o governo federal realizou execuções - três, pouco antes de o ex-presidente Donald Trump deixar o cargo.

chp/to/caw/jc/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos