Após vitória, meia da Argentina faz desabafo sobre a Copa do Mundo

Rodrigo de Paul não tem um bom início de Copa do Mundo (JUAN MABROMATA / AFP)


O meia Rodrigo de Paul não vem fazendo boas partidas com a camisa da Argentina na Copa do Mundo. Em entrevista ao "Olé", o atleta fez um desabafo após a vitória sobre o México e revelou uma certa tensão depois de uma estreia com derrota para a Arábia Saudita.

- Agora podemos aproveitar a Copa do Mundo, pois não fizemos isso nos últimos três dias. Estávamos dando voltas na cabeça, tentando nos levantar e conseguimos - declarou o meia.

+ Veja a festa dos jogadores da Argentina após a vitória contra o México

O camisa 7 também analisou o seu momento após duas partidas na competição em que esteve abaixo da média do que se espera de um dos principais destaques da equipe dirigida por Lionel Scaloni.

- Me sinto bem, sou consciente de que sempre é possível melhorar. E espero que essa Copa me faça elevar de nível, que me leve a mais. Competir com os melhores te faz ser melhor e eu me sinto capacitado para competir com qualquer um.

De Paul também comentou sobre a companhia de Lionel Messi, principal jogador da Argentina nesta Copa do Mundo com dois gols marcados e uma assistência para o gol de Enzo Fernández.

- Leo aparece quando tem que aparecer. Justo quando a partida estava complicada, pois o rival se fechou muito. Acredito que o que fizemos nos últimos anos gerou um respeito de todos. Por isso, há equipes que mudam. Os times de Tata (técnico do México) sempre tiveram uma ideia em que predomina ter a bola, mas foi o contrário desta vez. Por isso foi apertado, mas tivemos paciência, e Leo apareceu outra vez quando precisávamos.

Por conta das críticas sofridas, Sebastián Verón, ex-jogador da Argentina, saiu em defesa de Rodrigo de Paul nas redes sociais. Neste momento, o atleta está focado na partida contra a Polônia, que acontece nesta quarta-feira, visando a conquista da liderança do Grupo C da Copa do Mundo.