Apagão de energia afeta 15 milhões de pessoas na América Central

·1 minuto de leitura
Postes de energia em Manágua, na Nicarágua

TEGUCIGALPA/SAN SALVADOR (Reuters) - Um apagão de energia de grande magnitude afetou por mais de duas horas nesta quarta-feira pelo menos 15 milhões de pessoas em alguns países da América Central, especialmente Honduras e Nicarágua, informaram autoridades.

O apagão também deixou partes de El Salvador e da Guatemala sem energia. Costa Rica e Panamá não tiveram problemas, disse um executivo do Ente Operador do Mercado Elétrico Regional (EOR), que fornece energia para os países da região.

A América Central tem uma população de cerca de 50 milhões de habitantes distribuídos em sete países.

“São aproximadamente 15 milhões de pessoas afetadas durante este apagão regional", disse o diretor executivo do EOR, René González.

Mais cedo, a empresa havia relatado em sua conta no Twitter que às 13h, horário local, ocorreu uma falha regional que forçou o sistema elétrico da América Central a declarar um "estado de emergência".

Uma hora depois, Guatemala e El Salvador tiveram a energia restabelecida na maior parte dos dois países, segundo autoridades.

Posteriormente, Honduras recuperou a eletricidade na maior parte do país, informou o chefe da empresa nacional de eletricidade, ENEE, Luis Deras.

(Por Gustavo Palencia, em Tegucigalpa, e Nelson Rentería, em San Salvador; Reportagem adicional de Sofía Menchú, na Cidade da Guatemala)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos