Apagões de energia levam Irã a banir mineração de criptomoedas

·1 minuto de leitura
Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
  • Falta de energia levou Irã a banir a mineração de criptos no país.

  • País corresponde a 4,5% de toda atividade de mineração do mundo.

  • Secas extraordinárias causam apagões no país.

Uma crise energética que atinge neste momento o Irã, no Oriente Médio, levou o país árabe a decretar uma medida radical: o banimento de toda a atividade de mineração de criptomoedas no país.

Leia também:

Atualmente, o Irã é um dos principais responsáveis pela mineração de criptos no mundo, correspondendo a cerca de 4,5% do total da atividade no planeta.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Apesar de não ser a única atividade banida, o governo salientou a mineração como uma das principais em seu alvo, por conta do alto consumo de energia elétrica, em falta no país.

Uma seca extraordinária, com altas temperaturas, levou a infraestrutura elétrica do país ao colapso nas últimas semanas, provocando apagões. O banimento é válido imediatamente e deve durar pelo menos até o dia 22 de setembro, segundo fontes oficiais citadas pela agência de notícias Bloomberg.

A mineração de criptomoedas, especialmente o bitcoin, por conta do tamanho de sua rede, tem estado na mira de autoridades e ativistas ambientais, por conta de sua parcial dependência de combustíveis fósseis e do seu alto uso de eletricidade, necessária para realizar os processos criptográficos exigidos para a manutenção do sistema.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos