Apenas 6% do eleitorado rejeita Lula e Bolsonaro simultaneamente, diz Datafolha

Apesar da baixa rejeição simultânea, tanto Lula quanto Bolsonaro têm índices relativamente altos de rejeição individual (AFP)
Apesar da baixa rejeição simultânea, tanto Lula quanto Bolsonaro têm índices relativamente altos de rejeição individual

(AFP)

  • Somente 6% do eleitorado rejeita tanto Lula quanto Bolsonaro;

  • Ambos são as principais opções de voto de quem não escolhe nenhum dos dois como primeira opção;

  • Dados mostram ineficácia da estratégia chamada de “terceira via”.

Apenas 6% dos eleitores rejeitam tanto Jair Bolsonaro (PL) quanto Lula (PT), os dois principais candidatos à Presidência neste ano. As informações são da pesquisa do Datafolha, divulgada na última sexta-feira (9).

A taxa inclui os entrevistados que citaram ambos os presidenciáveis como opções nas quais não votariam de jeito nenhum (5%) e também aqueles que declararam rejeitar todos os candidatos ao Planalto (1%). Por meio do índice, é possível perceber a baixa aderência do eleitorado à chamada “terceira via”, que visa atrair votos para um candidato fora da polarização.

Com relação à primeira opção de voto, cerca de 57% dos entrevistados disseram que não escolhem Bolsonaro. A taxa cai para 45% com Lula. Em um eventual segundo turno, esse grupo também prefere o petista (38%) do que o atual chefe do Executivo (24%). Entretanto, 32% pretendem anular o voto caso seja esse o cenário eleitoral e 6% não souberam responder. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Ainda segundo o Datafolha, Lula e Bolsonaro acabam sendo as principais opções de voto de quem não escolhe nenhum dos dois como primeira opção. Nesse grupo, ambos têm taxa de 25%, contra 12% de Ciro Gomes (PDT). A margem de erro é de quatro pontos percentuais.

De forma geral, a pesquisa mostrou que Lula lidera a corrida eleitoral no primeiro turno, com 45% das intenções de voto, contra 34% de Bolsonaro. Mesmo assim, os índices de rejeição individual são relativamente altos: Bolsonaro com 51% e Lula com 39%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: