Apesar de alerta, autoridade da Flórida disse que edifício que desabou era seguro

·1 minuto de leitura
Equipes de resgate fazem buscas em prédio que desabou parcialmente em Surfise, na Flórida

(Reuters) - Um inspetor municipal garantiu aos moradores de um condomínio de Surfside, no Estado norte-americano da Flórida, que o edifício em que viviam era seguro um mês depois de um relatório de engenharia alertar para um grande dano estrutural que exigia reparo imediato em 2018, noticiou a mídia dos Estados Unidos.

O edifício Champlain Towers South desmoronou parcialmente nas primeiras horas da quinta-feira, quando os moradores dormiam.

O número de mortos estava em nove no domingo, e mais de 150 pessoas estavam desaparecidas, enquanto equipes de resgate vasculhavam os escombros sem detectar sinais de vida.

Ainda não se determinou o que fez quase metade do prédio de 12 andares e 156 unidades desabar, mas uma inspeção de 2018 encontrou uma grande deterioração estrutural na garagem debaixo da torre de 40 anos, de acordo com um relatório de engenharia.

Mais tarde, porém, um inspetor de Surfside, que fica perto de Miami, encontrou-se com moradores do edifício em 2018 e lhes garantiu que a construção estava "em muito boa forma", segundo as minutas de uma reunião de novembro daquele ano noticiada primeiramente pela NPR e depois por vários outros veículos de notícias dos EUA.

Os comentários do inspetor se chocaram diretamente com o relatório de engenharia de cinco semanas antes, que alertou que um isolamento hidráulico com problemas em uma laje de concreto estrutural precisava ser refeito "no futuro próximo".

(Por Kanishka Singh em Bengaluru)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos