Apesar da Covid-19, festa ilegal de carnaval leva milhares às ruas em Marselha; “Estou com raiva”, diz prefeito

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Carnaval ilegal em Marselha teve confusão (Christophe Simon/AFP via Getty Images)
Carnaval ilegal em Marselha teve confusão (Christophe Simon/AFP via Getty Images)

Milhares de pessoas ignoraram as medidas de isolamento social pela Covid-19 e foram às ruas de Marselha, na França, para celebrar o carnaval no último domingo. A festa ilegal foi duramente atacada por autoridades e políticos da cidade.

Estou com raiva. A atitude egoísta de alguns irresponsáveis é inaceitável. Nada justifica destruir os esforços coletivos para conter o vírus”, afirmou o prefeito Benoit Payan, nas redes sociais.

Leia também

De acordo com estimativa da polícia local, 6,5 mil pessoas celebraram o carnaval em Marselha, sendo que boa parte delas sequer usava máscaras. Com tambores e fantasias, pareciam ignorar a nova alta de casos que acometeu o país nas últimas semanas.

A polícia precisou intervir e agiu por volta das 18h30 (horário local) para dispersar os foliões. Sete pessoas foram presas e outras nove foram controladas por não usarem máscaras ou por degradação de patrimônio público. Na confusão, um agente ficou levemente ferido.

Número de casos voltou a aumentar na França

Ainda que viva situação bem menos calamitosa do que o Brasil, a França também registrou aumento nos casos de Covid-19 nas últimas semanas. No momento, cerca de 4.400 pessoas estão na UTI com o vírus no país, maior número desde novembro do ano passado.

França voltou a registrar aumento no número de casos em hospitais (AP Photo/Thibault Camus)
França voltou a registrar aumento no número de casos em hospitais (AP Photo/Thibault Camus)

Até agora, a França teve 4,28 milhões de casos confirmados de coronavírus, com 92.305 mortes, sendo que 138 destes óbitos aconteceram no último domingo.