Apesar do frio atípico, cariocas aproveitam sábado de sol e de céu aberto

·2 minuto de leitura

O frio intenso prometido para este fim de semana não impediu que os cariocas acordassem cedo para aproveitar a manhã de sol e de céu aberto. Não deu praia mas, por volta de 9h deste sábado, quando, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros marcavam 16 graus na cidade, famílias já estavam na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, para curtir o espaço ao ar livre sem se preocupar com o clima gélido para os padrões cariocas.

Meteorologista do Inmet, Marlene Leal alerta que a temperatura deste domingo pode ser ainda mais baixa do que a de hoje (31).

— Hoje, a temperatura mínima na capital do Rio foi de 9,4 graus, entre 5h e 6h, e a máxima foi de 21,4 graus, entre 14h e 15h. Amanhã pode repetir essa temperatura ou até fazer um pouco mais de frio, e o clima permanece assim até terça-feira, quando o tempo muda e a máxima chegará aos 24 ou 25 graus, podendo ter uma chuvinha. A temperatura vai aumentando gradativamente, até atingir uma máxima 26 ou 27 graus nos dias seguintes — detalha a especialista.

Agasalhado e de máscara, o casal Tânia e Murilo Araújo saíram de Laranjeiras às 8h para chegar cedo na Quinta e aproveitar a manhã com a filha Maria Clara, de cinco anos.

— Quando acordei, às 7h, o termômetro do meu celular marcava 14 graus, mas o dia estava lindo e não desanimamos. A gente costuma ir muito para a praia e ao Aterro (do Flamengo) nos fins de semana, mas decidimos mudar um pouco hoje e trouxemos nossa filha pra ver os bichinhos mas, infelizmente, os ingressos (do BioParque, antigo Jardim Zoológico) já tinham acabado — disse Tânia, que se contentou em curtir as outras atrações da Quinta da Boa Vista.

Ainda na Zona Norte, já por volta de meio-dia, a cena se repetiu na área de lazer em volta do Maracanã. Lá, mais crianças se divertiam com os pais, sem se preocupar com o frio, que já estava mais ameno: 19 graus.

— Moro aqui em Vila Isabel, então a proximidade acaba sendo maior do que a preguiça que esse frio dá. E meu filho é que nem eu, adora andar de bicicleta. Não tem tempo ruim — brincou o engenheiro Alexandre Guerra, que não tirou a máscara para pedalar.

A frente fria que chegou ao Rio também está causando ventania intensa na cidade. No fim da tarde de ontem, o Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR) comunicou que foram registrados "ventos moderados" (velocidade entre 18,5km/h e 51,9km/h) no Aeroporto Santos Dumont e nas estações Marambaia, na Zona Oeste, e Forte de Copacabana, na Zona Sul.

Neste sábado, segundo o Sistema Alerta Rio, entre 11h e 12h, houve registro de ventos moderados (19,4 km/h) no aeroporto de Jacarepaguá. A previsão ainda é de ventos de intensidade fraca a moderada (até 51,9 km/h) até o fim do dia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos