Apoiadores de deputado preso agridem manifestante com placa de Marielle Franco na porta da PF

Brenno Carvalho e Julia Noia
·2 minuto de leitura

Apoiadores do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) agrediram um manifestante, nesta quarta-feira, na porta da sede da Polícia Federal no Rio, no Centro do Rio. Muitos utilizavam blusas em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e em favor do fechamento do STF. O militante chegou ao local segurando uma placa de rua em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018.

Assim que chegou ao local, o homem identificado como Edson Rosa mostrou a placa com o nome da vereadora aos apoiadores de Silveira. Um dos manifestantes partiu para cima do militante e aplicou uma gravata, alegando que esse não era lugar para ele estar. Ele também conseguiu retirar a placa de Rosa e jogá-la longe.

Ainda no chão, o homem conseguiu se levantar com ajuda de uma muleta mas foi atacado novamente com "mata-leão" aplicado por outro apoiador de Daniel Silveira. Após os dois confrontos, agentes da PF apartaram o conflito e conduziram Edson Rosa para dentro das dependências do órgão. No momento da ocorrência não havia policiais militares no local, mas uma hora depois, três viaturas grandes de prontidão.

O grupo de cerca de 60 manifestantes favoráveis ao deputado começaram a se aglomerar na portaria da PF por volta das 12h. Muitos utilizavam blusas da seleção brasileira ou com dizeres em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e contra o STF.

Durante o período eleitoral de 2018, quando se candidatava à Câmara dos Deputados, Silveira ficou marcado pela participação em um ato em que, junto com o deputado estadual Rodrigo Amorim (PSL-RJ), quebrou a placa criada em homenagem à vereadora Marielle Franco. Fotos da ação viralizaram, onde Silveira e Amorim aparecem ao lado do o então candidato ao governo do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC). Em resposta, simpatizantes e apoiadores das causas levantadas pela vereadora levantaram campanha para confeccionar 1000 placas da Rua Marielle Franco.