Após aceno velado de FHC, PSDB reforça apoio a Simone Tebet

"Representam o melhor caminho para o Brasil", diz PSDB sobre Tebet e Gabrilli após o ex-presidente FHC sinalizar um apoio velado à candidatura de Lula. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
"Representam o melhor caminho para o Brasil", diz PSDB sobre Tebet e Gabrilli após o ex-presidente FHC sinalizar um apoio velado à candidatura de Lula. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • PSDB reforça apoio a Simone Tebet;

  • Candidata a vice na chapa da emedebista é a tucana Mara Gabrilli;

  • Pronunciamento ocorre após nota de FHC, que defende voto "pró-democracia" sem citar candidatos.

O PSDB reforçou, nesta quinta-feira (22), apoiar a candidatura da presidenciável Simone Tebet (MDB), cuja vice, Mara Gabrilli, foi indicada pelo partido. A publicação foi feita logo após o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) defender o voto “pró-democracia”, sem manifestar apoio explícito a qualquer candidato.

“O PSDB tem candidata e vai lutar até o final para elegê-la: Simone Tebet, e a nossa senadora Mara Gabrilli. Representam o melhor caminho para o Brasil. Primeiro turno é para votar no melhor. Útil é votar em quem a gente confia”, escreveu o partido, em post no Twitter.

Segundo a última pesquisa do Ipec, divulgada na segunda-feira (19), Tebet está em quarto lugar na corrida presidencial, com 5% das intenções de voto. À frente dela, está Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com 47%, Jair Bolsonaro (PL), com 31%, e Ciro Gomes (PDT), com 7%.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Recado velado

Na manhã desta quinta-feira, FHC pediu, em nota, que os eleitores votem em quem tem “compromisso com o combate à pobreza e desigualdade”, defende os direitos humanos e “as instituições que asseguram nossas liberdades”.

A expectativa do PT era de que o tucano apoiasse a candidatura de Lula (PT) ainda no primeiro turno. O petista, no entanto, chegou a pedir aos aliados que não incomodassem o ex-presidente, em razão da idade avançada dele, que completou 91 anos em junho.

Veja abaixo a nota de FHC na íntegra:

Como é do conhecimento público, tenho idade avançada e, embora não apresente nenhum problema grave de saúde, já não tenho mais energia para participar ativamente do debate político pré-eleitoral.

Peço aos eleitores que votem no dia 2 de outubro em quem tem compromisso com o combate à pobreza e à desigualdade, defende direitos iguais para todos independentemente da raça, gênero e orientação sexual, se orgulha da diversidade cultural da nação brasileira, valoriza a educação e a ciência e está empenhado na preservação de nosso patrimônio ambiental, no fortalecimento das instituições que asseguram nossas liberdades e no restabelecimento do papel histórico do Brasil no cenário internacional".