Após apoiar Bolsonaro no 2º turno, Zema espera 'boa' relação com Lula

Romeu Zema (Foto: DOUGLAS MAGNO/AFP via Getty Images)
Romeu Zema (Foto: DOUGLAS MAGNO/AFP via Getty Images)
  • Romeu Zema espera relação “boa” com Lula;

  • Gestor de Minas Gerais foi aliado de Bolsonaro no segundo turno e fez diversas críticas ao então candidato petista;

  • Após o fim da eleição, ele diz não ter tido mais contato com o atual chefe do Executivo.

O governador reeleito por Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), espera uma relação "republicana" com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mesmo após ter feito reiteradas críticas ao PT e se aliado ao presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, ele disse que só não vai ser uma relação próspera se o novo governo federal não quiser.

“Vai ser uma relação republicana, boa, transparente. A não ser que eles não queiram. Não vou ficar atacando, mandando pedra, que não é o meu estilo. Mas nós vamos também reclamar. Qualquer coisa indevida, que venha a prejudicar Minas Gerais, não vamos concordar de forma nenhuma”, respondeu Zema.

Durante a segunda etapa do pleito presidencial, ele chegou a dizer que o governo petista gera “tragédia e caos”, dentre outras críticas.

O representante do Novo caminhou ao lado de Bolsonaro no segundo turno após ser reeleito ainda na primeira rodada das eleições, com 56% dos votos válidos em Minas Gerais.

Zema diz se preocupar pelo “passado” de Lula, mas diz esperar que o petista tenha melhor desempenho que o observado nos mandatos do partido.

“Nós já sabemos o que aconteceu em governos federais no passado. Essa é a fonte de preocupação. E interrogação é, será que serviu de aprendizado? Porque eles vão ter um acompanhamento, estarão sob um escrutínio muito maior agora pela Câmara, pelo Senado. Espero que o desempenho seja melhor do que aquele que nós assistimos de 2003 até 2016”, declarou ao Valor Econômico.

Sobre Bolsonaro, ele diz não ter tido mais contato com o mandatário.

“O presidente depois da eleição tem se mantido distante, me parece que ele está tratando de um problema de saúde. Não tive mais contato com ele”, explicou.